30/10/2016 às 08:00:00 atualizada às 12:37:49

Em crise de audiência, produção do "Domingo Legal" teme fim do programa

Veja também: "Belaventura" estremece relação da Record com a Casablanca; e mais

Por Sandro Nascimento
Compartilhe »
  
Em crise de audiência, produção do "Domingo Legal" teme fim do programa Fotos: Divulgação
publicidade

Mesmo com a saída do diretor Magrão, contratações de produtores do Geraldo Luís e as últimas modificações no formato, o programa "Domingo Legal", de Celso Portiolli, enfrenta uma crise de audiência no SBT.  

No último domingo (23), a atração atingiu média de 5,3 pontos no Ibope da Grande São Paulo, o menor índice entre os programas de auditório das três grandes redes do país naquele fim de semana.

Confira o ranking:

Os baixos números do "Domingo Legal" vêm se repetindo em diversas semanas. Esta coluna apurou que a crise no Ibope vem deixando a produção do programa apreensiva. Existe um temor instaurado na equipe sobre a retirada da atração do ar e consequentemente a perda de seus empregos.

O contrato do Celso Portiolli vence no próximo ano no SBT. Segundo uma fonte, desde a saída do diretor Roberto Manzoni, o apresentador passou a ser mais rígido com a produção e anda mais introspectivo nos corredores da emissora.

Nos últimos meses, o "Domingo Legal" vem recebendo investimentos da TV de Silvio Santos para reverter essa situação de baixa audiência. Até três profissionais do "Domingo Show", da Record, foram contratados pelo SBT, ganhando o triplo, para reforçar o dominical, o que até o momento não surtiu nenhum efeito no Ibope. O "Domingo Legal" ficou mais caro para produzir e atinge índices iguais ou menores de quando exibia apenas o quadro "Passa ou Repassa".

A crise no "Domingo Legal" iniciou em abril deste ano, com a saída do diretor Roberto Manzoni da direção. Magrão, como é conhecido, foi responsável por grandes sucessos na emissora, onde está desde sua fundação.

A relação entre Portiolli e Magrão já estava desgastada há algum tempo nos bastidores, e o estopim foi o desabafo do apresentador nas redes sociais reclamando dos rumos do "Domingo Legal". Após uma forte discussão entre eles, foi decidido a saída do diretor e Celso ganhou carta branca de Silvio Santos para tocar o dominical.

O "Domingo Legal" esta no ar há 23 anos. Nos anos 90, sob comando de Gugu Liberato, era líder de audiência na programação do SBT. Celso Portiolli está na atração desde 2009, após Gugu se transferir para a Record.

"Belaventura" estremece relação da Record com a Casablanca

O caso de "Belaventura" estremeceu pela primeira vez a relação da Record com a Casablanca. Para a emissora de Edir Macedo, é essencial no projeto de programação para 2017, o segundo horário de novelas. Atualmente, se não houver novos investimentos, não existe condições da produtora gravar dois produtos simultâneos nos estúdios arrendados da Record em Vargem Grande, no Rio de Janeiro.

Alguém vendeu algo que não podia cumprir. Por contrato, a Record é obrigada a comprar uma novela por ano produzida pela Casablanca nos estúdios do extinta Recnov.

Esta semana, voltaram os comentários na Casablanca sobre "Belaventura" ser gravada em Paulínia, no interior de São Paulo.  

"Belaventura" é escrita por Gustavo Reiz (foto/acima), e inicialmente estava prevista para ir ao ar neste ano, contando uma história medieval com grande aposta no humor. Com o atraso, "Escrava Mãe" pode ser substituída por uma reprise de "Escrava Isaura". Vamos aguardar.

HBO Latina America investe em produções originais no Brasil

No dia 20 de novembro, estreia no canal MAX da HBO, o documentário "Holocausto Brasileiro", baseado no livro-reportagem homônimo da jornalista Daniela Arbex. Uma produção original da HBO Latin América.

Em conversa exclusiva com esta coluna, Maria Angela de Jesus, vice-presidente de Produções Originais da HBO Latin America, contou um pouco da importância das produções originais na HBO.

"Começamos a produzir nossas produções originais no Brasil em 2004. Isso porque a HBO sempre identificou que a sua grande riqueza é o que você produz para sua audiência e para seu público. O filme tem várias janelas, cinema, DVD, Bluray... Enfim, por toda a parte. Uma produção original realizada pela gente, você só vai ter nos nossos serviços é a nossa riqueza. É o preço de você pagar a sua assinatura da HBO e a gente poder oferecer produtos originais, diferenciados, com temas que sejam relevantes e que sejam importantes localmente", explica.

Autorizados por Maria Angela de Jesus, informamos o telefone para quem tem projetos audiovisuais e gostaria de mostrar à HBO: (11) 4573-7200.

"Holocausto Brasileiro" conta a história de cerca de 60 mil pessoas que morreram durante o período de funcionamento de um hospital psiquiátrico, que se transformou em um verdadeiro campo de extermínio, em Barbacena, Minas Gerais.

À pedido da Globo, Alexandre Borges faz tratamento dentário

Alexandre Borges iniciou um tratamento dentário após pedido da direção da Globo. Depois de "Haja Coração", o ator vai ser render às famosas facetas de porcelana. Foi decidido que realizar o procedimento com a novela no ar chamaria muito a atenção do público, algo que Alexandre Borges não precisa neste momento da sua carreira.

Os primeiros resultados começaram a serem notados nos capítulos desta semana.

SBT perde anunciantes com novo "Primeiro Impacto"

O jornal "Primeiro Impacto" perdeu grandes anunciantes desde que Dudu Camargo, o menino de 18 anos descoberto por Silvio Santos, passou a apresentar a atração.

Na última sexta-feira (28), apenas uma marca de biscoito e outra de remédio compraram espaço no intervalo do "Primeiro Impacto". No restante, foram inserções comercias do Grupo Silvio Santos e campanhas do Governo Federal.

Procurada pelo NaTelinha, a assessoria de imprensa do SBT diz que "não é verdade, pura mentira. Vale esclarecer que a tabela comercial do  SBT é ajustada somente nos meses de abril e outubro ou no lançamento de um produto inédito. Portanto essa informação é pura plantação".

"Negro, artista e 'pãe'", diz Camila Pitanga sobre seu pai, Antônio Pitanga.

Ainda sem data para lançamento, atriz Camila Pitanga produziu e dirigiu o filme "Pitanga", que conta sobre a trajetória do seu pai, Antônio Pitanga, no cenário artístico.

Para esta coluna do NaTelinha, com exclusividade, ela falou um pouco sobre o projeto. "Junto com o diretor Beto Brant, Eu fiz um longa metragem chamado 'Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios', esse filme meu pai acabou participando. Como ficamos viajando pelo Brasil para divulgar, Beto e meu pai começaram a estreitar mais a amizade. Beto Brant foi conhecendo as histórias do meu pai e percebendo que a vida dele era quase um documento importante para ser evocado e referenciado", explica Camila.

Para a atriz, o filme "Pitanga", além de homenagear seu pai, é importante para contar momentos históricos da política do país. "Não só porque fala do cinema brasileiro, mas porque tem um arco que atravessa momentos históricos na política do Brasil. Além do fato de ele ser um homem, negro, artista e 'pãe'. Ele criou eu e meu irmão juntos. Enfim, ele que deu o primeiro movimento para fazer o filme e eu abracei completamente", diz Camila Pitanga.

A atriz afirma que seu pai teve uma grande influência na sua decisão de optar pela carreira artistica. "Foi assentando aos poucos", conta.

Esta coluna fica por aqui ou toda hora no Twitter @sanduba

publicidade
publicidade

VEJA TAMBÉM


Comentários

* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!


publicidade