Aguinaldo Silva critica afastamento de José Mayer após acusação de assédio: "não deve ser sacrificado"

Ator estará na próxima novela do roteirista

Divulgação

Publicado em 11/05/2017 às 11:41:04 , atualizado em 11/05/2017 às 15:22:21

Por: Fabrício Falcheti

Durante lançamento da websérie "Pobricitários", que fez com alunos de seu curso, Aguinaldo Silva defendeu José Mayer e criticou seu afastamento da Globo, após acusação de assédio sexual pela figurinista Su Tonani.

"A gente tem que pensar nisso. Se ele errou, errou. Mas o ator José Mayer não deve ser sacrificado por causa disso", bradou o novelista.

Ainda durante "A Lei do Amor", José Mayer já estava escalado para um próximo trabalho, "O Sétimo Guardião", justamente de Aguinaldo Silva, que estreia no ano que vem.

"Espero voltar a trabalhar com ele. Aliás, espero não. Rezo por ele. O José é um ator imprescindível", completou o autor.

Após revelar o assédio sexual, Su Tonani preferiu não levar o caso adiante e nem prestou depoimento à polícia. Em uma recente publicação no blog "Agora é que são elas", da Folha de S.Paulo, a profissional disse estar no seu limite e querer o silêncio.

Aguinaldo Silva e José Mayer já trabalharam juntos em várias novelas, como "Tieta" (1989), "A Indomada" (1997), "Senhora do Destino" (2004), "Fina Estampa" (2011) e "Império" (2014).



LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Fechar X